LEGENDA Bora Ver: Transformers 4 - A Era da Extinção

O filme se passa 4 anos após a batalha de Chicago e os Estados Unidos ainda estão se reerguendo da destruição causada. Os robôs gigantes, tanto Autobots, quanto os Decepticons estão desaparecidos e os que são encontrados são caçados pelo governo do país, afim de evitar uma nova tragédia. Cade Yager é um mecânico que vive com sua única filha Tessa no Texas e passa por constantes problemas financeiros. A vida dos dois irá mudar, quando Cade encontra por acaso um caminhão velho, que ele descobre ser um Autobot, na verdade, Optimus Prime, o líder dos Autobots. Paralelo a isso, um grupo de cientistas buscando reproduzir a tecnologia Transformers, está prestes a colocar a Terra sob perigo novamente, sem se darem conta disso.
Vale a pena ou a galinha inteira?

Quem acompanhou a saga desde o primeiro filme, irá perceber que Transformers 4: A Era da Extinção, irá conter os mesmos elementos dos filmes anteriores. O filme parece focar mais na proteção de Tessa pelo seu pai, do que efetivamente nos Autobots, o que chega a ser frustante em partes, como por exemplo, a participação quase que especial do BumbleeBee, uma vez que, o mesmo tem poucas cenas. Fomos acostumados a ter um protagonista com seu Camaro amarelo e agora que não temos mais esse protagonista, nosso querido robô amarelo "adolescente" está de lado. E mesmo esse grande foco na família de Cade, não nos proporciona afeto nenhuma a eles, por que os diálogos são bem simples, não há uma construção efetiva de pai e filha entre personagens de Mark e Nicola. 



A introdução dos espetaculares Dinobots, também foi bem prejudicada neste filme, aguardo fielmente que possamos acompanhar eles nos próximos filmes (mas mesmo sendo prejudicados, sempre é bom ver um robô gigante montado em um dinossauro-robô gigante e segurando uma espada).


O que o filme perde de enredo e construção de personagens, ele ganha com efeitos especiais e o som, que estão como sempre muito bons como Michael Bay sabe fazer.
Quem é fã dos filmes anteriores, irá se deliciar com A Era da Extinção, por que o padrão é o mesmo e quem não é muito fã, poderá ver o filme como entretenimento, ainda que ele tenha quase 3 horas (desnecessárias) de duração, afinal, carros que se transformam em robôs gigantes sempre são empolgantes. Não sai anestesiado da sala de cinema, como aconteceu quando vi Círculo de Fogo (Pacific Rim), mas foi uma boa diversão. E agora é esperar para ver o que Michael Bay fez com outro clássico dos anos 80, As Tartarugas Ninjas. E vocês já assistiram o filme? O que acharam? Abraços e até a próxima sessão!


* As imagens retiradas do filme Transformers: Age of Extinction são puramente com o intuito de ilustração e divulgação. Todos os direitos das mesmas são de seus criadores. ^^



Nenhum comentário:

Postar um comentário