LEGENDA Bora Ler: Fábulas Vol. 02 - A Revolução dos Bichos

Depois que foram expulsas de suas Terras Natais, as fábulas que possuíam aparência não-humana foram viver na Fazenda, no interior de Nova York, longe dos olhares dos humanos. Após centenas de anos vivendo escondidos, os Três Porquinhos aliados a Cachinhos Dourados começam a instigar os outros animais e seres fantásticos a promoverem uma revolução para que eles possam ir para a cidade, porém, Branca de Neve aparece para a inspeção anual da Fazenda e leva sua irmã Rosa Vermelha junto, como forma de punição das armações da caçula. Agora, os revolucionários precisam agilizar seus planos e se possível eliminar ambas para conquistar seus objetivos.
Vale a pena ou a galinha inteira?

Esse segundo arco de Fábulas manteve a beleza e a excelente narrativa que conquistou os leitores no primeiro volume. Se no primeiro fomos apresentados a uma cidade das fábulas ainda tímida, nesse novo volume, somos apresentados à Fazenda (não, não é aquela daquela certa emissora de televisão). Além disso, somos inseridos ainda mais no relacionamento de Branca de Neve e Rosa Vermelha. Ficamos sabendo as razões do por que Rosa Vermelha ser tão rebelde e ter tanto ressentimento da irmã. 

Como dito anteriormente, todo esse arco é uma homenagem ao livro A Revolução dos Bichos de George Orwell, lançado em 1945. Essa homenagem é percebida por constantes easter eggs (fatos ocultos que fazem referência a alguma mídia) ao longo da história: Em Fábulas, os animais e seres fantásticos que vivem na Fazenda sofrem opressão das fábulas humanas que vivem na cidade, os responsáveis pela revolução no livro de George Orwell são os porcos e aqui são os Três Porquinhos.

O enredo chega a ser sombrio em certos momentos e podemos ver a conspiração dos animais crescendo já na primeira história do arco, que contém em seu final a cena mais triste de Fábulas até então. Após esse acontecimento a tensão aumenta a cada página e o leitor se vê preso a um enredo muito angustiante. 


Cachidos Dourados é a grande vilã do arco (nada mais justo), afinal, uma garota que sai invadido casas e comendo sopas alheias quando criança, já nos demonstra um sinal propenso à criminalidade não é mesmo? Aos poucos, auxiliada pelos Porquinhos, ela organiza um verdadeiro exército de fábulas para sua revolução. Um dos pontos mais bizarros na história em que podemos ter um parâmetro da mente louca da garota, é a alusão ao caso de zoofilia que ela desenvolve com o Bebê Urso (tô falando). 
Em favor de Branca de Neve, temos Reynard o simpático raposo que percebendo que a prefeita e sua irmã correm perigo, faz de tudo para ajudá-las. Ele consegue roubar as cenas em que aparece de deixar o leitor apreensivo por sua vida.

O que não me agradou muito foi ao desfecho rápido da história. Acredito que se os eventos acontecem de forma gradativa, como ocorreu em 90% do enredo, o leitor iria poder usufruir mais do clímax elaborado. Ponto também, foi para a explicação da imortalidade das fábulas. GENIAL!!


Enfim, Fábulas continua sendo uma obra muito boa, tanto em arte, quanto em enredo e quem não conhece faz favor minha gente!! Recomendação Máxima!!! Até a próxima ^^



*  As imagens retiradas da HQ Fábulas Vol. 02: A Revolução dos Bichos, são puramente com o intuito de ilustração e divulgação. Todos os direitos das mesmas são de seus criadores. ^^





Nenhum comentário:

Postar um comentário