LEGENDA Bora Ver: Extant (1ª Temporada)


Molly Woods é uma astronauta que após ficar 13 meses sozinha em órbita da Terra retorna para o solo e chegando em casa, descobre que está grávida e que seu bebê é o alvo da organização que a enviou para a missão espacial.
Vale a pena ou a galinha inteira? 

Uma série de ficção-científica em que temos ninguém menos que Spielberg como produtor executivo já é sinônimo de possível coisa boa. Mesmo assim, confesso que fui assistir ao episódio piloto com os dois pés atrás, afinal, tinha a Halle Berry como protagonista e sim! Tenho implicância com a moça desde que ela fez Mulher-Gato em 2004.

A série apresenta os velhos clichês que estamos acostumados: a protagonista que quer descobrir tudo sozinha e não conta nada a ninguém, a corporação que fará tudo que puder para conseguir completar seus objetivos, o cientista que cria uma nova tecnologia e a criança estranha (sério, tive medo daquele garoto no início). Mas mesmo com essa clichêzada toda, a série consegue se destacar e muito.

O enredo não é tão amarrado como gostaríamos, porém, ele prende o público de uma forma que você fica ansioso para o próximo episódio, ou seja, acredito que isso faz com que a série cumpra o seu papel perante o telespectador.

Durante a história temos duas linhas que ocorrem concomitantemente. A primeira é a linha da ação, da investigação, que é o plot principal da série: a história envolvendo a gravidez de Molly e as ações que o empresário Yasumoto  fará para conseguir colocar as mãos no bebê. A outra já é a linha do drama e envolve o marido de Molly, John (Goran Visnjic), que cria um protótipo utilizando uma tecnologia chamada humanich que consiste em um androide com feições humanas. John e Molly adotam um desses humanich ao qual batizam de Ethan e passam a criá-lo como filho.

Toda a abordagem que envolve o desenvolvendo de Ethan é muito interessante. Por ser uma máquina, o garoto não entende os sentimentos e algumas escolhas que os humanos precisam fazer durante o curso da vida e com isso, cria conflitos interessantes para a trama. Com o desenvolvimento do personagem, é inevitável o telespectador associar uma possível "revolta das máquinas" por parte do garoto, uma vez que, ele frequentemente demostra certos desvios de temperamento perante os pais. Muito bom!!

Os efeitos visuais e especiais estão muito bem feitos, conseguindo nos passar perfeitamente toda a atmosfera de se viver em uma sociedade futurística. Não é aquele efeito que enche a tela de elementos que deixam o público confuso, são elementos sutis que a direção de arte conseguiu com sucesso demonstrar.

A atuação dos atores também está boa. Não é digna de Oscar, mas para o perfil da série, dá para relevar. Halle Berry em momentos de tensão, sempre arregala seus olhos e faz as mesmas caras e bocas durante a afobação e desespero. Seja no espaço, na rua, na fazenda ou em uma casinha de sapê, as expressões da moça são sempre as mesmas, mas mesmo assim, ela te conquista. Sério!

Lá pela metade da temporada, as coisas descambam de vez para nossos personagens e a série que você já estava acostumado que era boa, se torna melhor ainda. Muito melhor! Mesmo que venha mais clichês de graça. Mas isso não importa. As duas linhas de histórias que citei acima, se tornam mais separadas e ao mesmo tempo mais tênues, o que não deixa a narrativa chata. As alterações de núcleos entre Molly e Ethan é muito bem desenvolvido e você fica interessado e preocupado com ambos, uma envolta em um conflito alien, o outro em um conflito humano x máquina.

Com uma temporada curta e uma boa qualidade, Extant é aquele tipo de série que merece uma maratona para quem não a conhece. A segunda temporada ainda não foi confirmada, então o jeito é torcer para que ela seja renovada.

"Essa é uma história sobre a Terra, sobre família e sobre sobrevivência"


* As imagens retiradas da série Extant, são puramente com o intuito de ilustração e divulgação. Todos os direitos das mesmas são de seus criadores ^^

2 comentários:

  1. Só pela descrição da série posso ver que é incrível! Eu mesmo já assisti alguns episódios (acho que até o quarto ou o quinto), mas não consegui encontrar outros locais (na internet) para terminar de assistir... Acho que agora deve estar em muitos outros sites de séries, procurarei terminar! hahahah (:

    Daniel Santos | Cabana Literária
    www.cabanaliteraria.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniel tudo bom?
      Eu não gosto de assistir online (mesmo sendo mais prático) por que eu tenho algo possessivo rsrsrs, mas acredito que agora os episódios já estejam online, dá uma olhada sim por que a série se torna muito boa :)
      Abraços ^^

      Excluir