LEGENDA Bora Ver: The Leftovers (1ª Temporada)

A história se passa 3 anos após o suposto arrebatamento, no qual 2% da população mundial desaparece misteriosamente. Passamos a acompanhar então a vida do polícial Kevin Garvey e de sua família na cidade de Mapleton e as consequências que esse evento acarretou em suas vidas e de toda a população.
Vale a pena ou a galinha inteira? 

The Leftovers é baseada no livro homônimo de Tom Perrotta e que aqui no Brasil teve sua primeira versão traduzida como Os Deixados Para Trás (não confundir com Deixados Para Trás que é outra série, nesse caso o artigo "Os" faz toda a diferença), o que faz jus ao plot da história, uma vez que, ela é toda focada na vida dos que ficaram. Não há ninguém tentando investigar o que de fato ocorreu. Simplesmente aceitam o fato. Ou não!


Mesmo que em alguns episódios, somos apresentados a outros núcleos de personagens, todos eles convergem a apenas um: Kevin Garvey (Justin Theroux), um policial totalmente abalado pelas consequências do arrebatamento e que sofre surtos de insônia.
A família de Kevin foi uma das poucas que não teve nenhum caso do misterioso desaparecimento, porém, ela foi toda fragmentada por atos que ele julga ser o responsável.

A esposa de Kevin, Laurie (Amy Brenneman), deixa sua família para trás e se associa a um misterioso culto conhecido como Os Remanescentes, onde seus membros se vestem de branco, fumam cigarros constantemente e são proibidos de falar, utilizando-se da escrita como forma de comunicação.

A temporada acaba e você não sabe ao certo qual a missão desse culto que ora quer fazer com que os que ficaram para trás esquecem dos que partiram, ora se empenham em fazê-los lembrar.

Em outro núcleo da história, temos o filho de Kevin, Tommy (Chris Zylka), que trabalha para um misterioso homem, chamado de Wayne que espalha para todos que tem a capacidade de tirar a dor da perda das pessoas. O mistério envolvendo Wayne perdura ao longo da temporada deixando o público na dúvida se o cara é louco ou se realmente possui poderes divinos.


Ainda envolvendo a família de Kevin, a mais chatinha é sua filha Jil (Margaret Qualley), uma adolescente que não aceita a mãe ter abandonado a família para se juntar aos Remanescentes e por isso, ignora o pai, tratando-o como culpado.
A linda da Liv Tayler, também é integrante da trama e sua personagem é pouco relevante. No início você acredita que o papel dela terá algum valor, porém, ela é apenas mais uma dos membros do culto nesse primeiro momento da série.


Falando um pouco sobre o tal culto, é angustiante a presença deles pela cidade. Sempre em duplas, ambos vestidos de branco e fumando, nas esquinas ou na porta da casa daqueles que eles querem recrutar. A cidade não aceita a presença deles, o que gera diversos conflitos violentos, dos quais eles nunca revidam, mesmo que sejam apedrejados ou espancados com pauladas e socos. São totalmente passíveis, chegando a ter certas cenas nas quais parece que você é que está sendo agredido. Muito angustiante MESMO!!

A carga dramática da série é uma das maiores que eu já assisti. À medida que vamos nos aprofundando no passado dos personagens, vamos entendendo um pouco mais do drama de cada um e dá até para se ter teorias a respeito do por que algumas pessoas foram levadas e outras não. 


A trilha sonora composta por Max Ritcher se encaixa perfeitamente com todos as cenas e em algumas delas, faz toda a diferença para você se emocionar com o que os personagens estão passando, chegando ao ponto de em uma cena ou outra você deixar cair uma lagriminha sem querer (confesso, fazer o que ué!).

Com um início totalmente boring, mas com mais da metade dos episódios com uma qualidade boa, uma trilha sonora perfeita e dramas que tocam o público, The Leftovers é mais uma das ótimas produções da HBO e que como tantas outras, apresenta poucos episódios, o que é muito bom para aqueles que gostam de séries curtas.




* As imagens retiradas da série The Leftovers, são puramente com o intuito de ilustração e divulgação. Todos os direitos das mesmas são de seus criadores ^^


4 comentários:

  1. A série deve ser ótima mesmo, eu só acompanho um seriado que é o TWD porque meu tempo não deixar eu acompanhar mais kkk mas como esse seriado é curto, eu vou dá uma conferida em uns episódios pra vê se gosto. ^.^

    Beijoss
    www.conversandocomalua.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dayane, você só precisa ser forte para superar a monotonia dos primeiros episódios de resto, a carga que a série carrega é muito bacana. Espero que goste ^^
      Abraços!!

      Excluir
  2. Oi Tiago,
    Assisti o primeiro episódio ontem e tive essa impressão que o inicio é parado.
    Bom saber que melhora!
    bjs.
    Luana
    www.blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana,
      Então, depois que você conhece os personagens e tal, você se apega a eles (a alguns) ai a série fica boa, lá pelo episódio 05 mais ou menos.
      Abraços e espero que goste dela ^^

      Excluir