LEGENDA Bora Ver: Praia do Futuro

Donato é um salva-vidas que trabalha na Praia do Futuro no Ceará e vive com seu irmão Ayrton que tem muita admiração do irmão "Aquaman". Após uma tentativa de resgaste de dois pilotos alemães de motovelocidade, Donato se aproxima muito e se apaixona por Konrad, o único sobrevivente do incidente e logo, ambos se mudam para Berlim. Após um tempo, Ayrton resolve ir de encontro com irmão e assim resgatar os fantasmas escondidos no passado.
Vale a pena ou a galinha inteira?

O filme de Karim estreou no primeiro semestre de 2014 e trouxe consigo uma onda de polêmicas por conter cenas de sexo entre dois homens, chegando ao cúmulo de ter em seus bilhetes do cinema um carimbo de "aviso". O longa recebeu o prêmio Sebastiane Latino no Festival de Cinema de San Sebástian na Espanha, prêmio este criado para reconhecer os filmes latino-americanos que defendem os valores de gays, lésbicas, transexuais e bissexuais. O que pesou para o recebimento desse prêmio, também foi a qualidade cinematográfica do longa, qualidade esta que não consegui absorver.

O filme é dividido em três atos que remontam fases do relacionamento de Donato (Wagner Moura) e Konrad (Clemens Schick).

As cenas são quebradas a todo momento, no mesmo momento em que eles estão em certo lugar, já estão em outro sem explicação alguma. Essa mudança de tons não me agradou muito, mas talvez seja a intenção do filme, estamos tão acostumados a filmes que explicam tim-tim por tim-tim as coisas, que quando deparamos com um que o roteiro não pega na nossa mão e nos conduz, estranhamos.

Outro ponto a ser destacado é a brutalidade que o filme apresenta: o sexo é sem amor algum, as brigas são fortes e até a troca de olhares entre os atores já indica que estão com raiva ou ressentidos um pelo outro. Falando um pouco do relacionamento dos dois, o que era aquilo minha gente? Simplesmente não há nenhum tipo de interação que faça o público acreditar que haja uma faísca de amor entre os dois, o que talvez remeta a intenção do filme.

Por essas e outras, não acredito que Praia do Futuro seja um filme com temática gay e sim um filme que contém cenas de sexo entre homens. O foco maior do filme é sem dúvida o abandono e a fuga do personagem de Wagner Moura para se sentir livre.

Falando nele, até mesmo em um filme que considerei muito ruim, a atuação dele está muito boa. Os conflitos internos que ele passa geram sentimentos que o público percebe que querem sair de dentro dele, mas a armadura de herói inabalável não permite, como por exemplo, a emoção ao reencontrar o irmão ou de saber que sua mãe morreu e até mesmo o amor que sente por Konrad, como citei anteriormente.

 O filme não é direcionado a nenhum dos personagens, ou seja, durante todo o tempo, ele não assume o ponto de vista de ninguém, deixando o público à distância para tirar suas próprias conclusões a respeito da película. 

Também não engoli o fato de Ayrton saber falar alemão fluentemente em tão pouco tempo. Quando perguntado por Konrad quando ele aprendeu a língua, ele diz: aprendi com meu irmão! Ué! O irmão dele não estava em Berlim nesse tempo que ele tinha aprimorado o novo idioma? Aprender a se virar com algumas expressões até que uma ou outra chamada com vídeo pela internet resolve, agora, fluência? Não sei se foi falha no roteiro ou sei lá o que, só sei que não entendi foi nada!!

Perder quase duas horas com o filme valeu pelo quote citado pelo personagem de Wagner Moura na última cena e também por ouvir Heroes do David Bowie nos créditos finais que é SENSACIONAL!! Mas esses dois fatos não conseguiram salvar o filme no meu conceito.


Posso afirmar com convicção que até minhas maiores decepções de filmes deste ano foram melhores que Praia do Futuro e nem é por conter cenas de "amor" entre homens, uma vez que, acompanhei a primeira temporada de Looking e gostei demais (aguardando a segunda temporada) e até mesmo Hoje Eu Quero Voltar Sozinho que também estreou este ano se tornou o meu xodó entre os filmes.



Praia do Futuro não conseguiu me atingir como filme de qualidade e nem como filme para entretenimento, teria sido melhor ter ido ver o filme do Pelé, mas e você? Gostou do filme? Deixe suas opiniões e até a próxima!





* As imagens retiradas do filme: Praia do Futuro, são puramente com o intuito de ilustração e divulgação. Todos os direitos das mesmas são de seus criadores ^^


2 comentários:

  1. Gostei mesmo foi da sua opinião sobre o filme rs
    Não me senti atraído para ver Praia do Futuro desde estreou e depois dessa acho que estava certo rs.
    Ótima resenha!

    Nem Paris Nem NY | Facebook |


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alef tudo bom?

      Confesso que o trailer já não me animava, mas por ser brasileiro, sempre fico com a esperança de que seja bom. Filme que demoro dois dias para ver... tem alguma coisa errada.

      Abraços ^^

      Excluir