Os Melhores Livros de 2014



Então pessoal, o ano de 2014 foi bem produtivo com relação a leituras, consegui bater minha meta do ano passado e li 39 livros (em 2013 havia lido 36). Entre essas leituras, conheci autores novos, li livros que nem sonhava que leria, me decepcionei com alguns e me surpreendi com outros e no meio desses quase 40 livros, alguns marcaram mais do que outros fácil, fácil e por isso estão no meu top 5 de 2014.


Sem sombras de dúvidas, O Continente vol.1 da série O Tempo e o Vento do autor Erico Veríssimo foi minha primeira descoberta do ano.
A forma que o autor narra a história, mesclando passado e presente se torna a narrativa fluida e permite que o próprio leitor faça monte suas teorias (ou tente) a cerca da família Cambará.
O romance histórico é ambientado em 1895 entre a guerra dos republicanos contra os federalistas no Rio Grande do Sul e assim, vamos acompanhando por meio de flashbacks a formação histórica e mítica da formação dessa família.
Uma obra que é considerada um dos melhores romances brasileiros. Recomendadíssimo!!!

Seguindo essa vibe de presente com flashbacks, temos também O Outro Pé da Sereia do Mia Couto. Aqui, o presente é 2002 e em Moçambique, onde acompanhamos a vida de um pastor e de sua mulher Mwadia que após encontrar uma imagem de Nossa Senhora nas margens de um rio, são amaldiçoados e precisam levar a imagem para um lugar sagrado.
No passado em 1560, estamos em uma galé mercante com o jesuíta Gonçalo da Silveira e que está levando a imagem da Santa para tentar catequizar o Reino do Ouro. 
Passado e presente se misturam nessa obra para explicar as origens da santa imagem e a própria história de Mwadia e seu marido já é por si só um ponto interessante da narrativa. Tem post aqui no blog.

A Cura de Schopenhauer de Irwin D. Yalon foi a zebra do ano. Nunca que achei que fosse gostar desse livro por falar de filosofia (assim eu pensava).
Após ser diagnosticado com câncer terminal, o psiquiatra Julius Hertzfeld resolve fazer uma retrospectiva do seu trabalho e rever seus pacientes para saber se fez realmente a diferença para alguns deles. 
Ao encontrar Phillip Slate, um compulsivo sexual e maior derrota profissional de Julius, ele descobre que o paciente se curou sozinho seguindo a filosofia de Arthur Schopenhauer e além disso, se tornou um psiquiatra também. Para obter a sua licença ele propoe a Julius que o supervisione e em troca, o ensinará como conseguiu se curar utilizando dessa filosofia.
A história vai ficando mais tocante, à medida que o leitor vai conhecendo a vida dos pacientes e até mesmo de Julius e Phillip e até mesmo a do próprio Schopenhauer (não falei que flashbacks marcaram o ano??). Emocionante é a palavra!!

Pequena Abelha, escrito pela autora Chris Cleave é outro drama que aborda um pouco de flashbacks (again, again). A história irá focalizar na história de duas mulheres com vidas totalmente diferentes mas que por ironia (ou não) do destino acabam por se cruzarem.
No entanto, paro por aqui por que Pequena Abelha é daqueles livros que a cada virar de páginas, é uma descoberta, uma emoção diferente e não quero estragar o prazer de vocês da leitura, mas uma coisa já é um ponto forte para que vocês conheçam a história: tem o Batman nela :)

Dizer que Haruki Murakami foi minha maior descoberta do ano é muita puxação de saco. Mas que foi, foi. Desde sempre quis ler 1Q84 por ter sido escrito e conter alguns aspectos orientais. Mas eu não sabia que eu me encantaria tanto por um livro.
A história irá se alternar entre dois personagens: Aomane e Tengo e desde o começo do livro, o leitor já começa a montar suas próprias teorias, suas ligações, enfim, como eu disse, é mais um daqueles livros... em que você precisa descobrir tudo por si só, então paro por aqui. Mas se você quiser conhecer mais uns 2% desse primeiro livro, tem post aqui no blog (sem spoilers, claro).

Menções honrosas para A Culpa é das Estrelas do John Ver...ops!, John Green e O Mar de Monstros de Rick Riordan, por terem me emocionado e me divertido, durante as leituras. O primeiro, li por conta do trailer do filme e o segundo, por que havia iniciado a série do Percy Jackson no início do ano, mas não havia agradado da história do primeiro livro, mas precisava continuar a série, por que né... comprei, vou ler!!!

Então é isso pessoal, desafio literário de 2014 cumprido, meta de leitura batida, agora é se programar para 2015 e esperar muitas boas leituras. E vocês? Conseguiram cumprir metas, encerrar desafios? Também conseguiram montar um top 5? Abraços e até o próximo post ^^

4 comentários:

  1. Parabéns por ter lido tanto, eu nunca consigo passar de 20 livros por ano :(
    Desses que você leu eu só li O Mar de Monstros, adoro esse livro, essa saga (Percy <3)
    Que no próximo ano você leia mais! haha

    ResponderExcluir
  2. Olá Fernanda tudo bom?
    Ano que vem estarei bem apertado por ser o último ano da pós, mas vamos ver no que vai dar isso :P
    Então, estou muito ansioso para ler A Maldição do Titã, espero continuar gostando dele ^^
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  3. Saudações Tiago. Como vai?
    Achei muito bacana os livros que você escolheu como melhores do ano, adoro essa parada de flashbacks tambem hehe
    Dos que estão na sua lista só li A Culpa é das Estrelas (e o primeiro livro de Percy Jackson, preciso ler esse Mar de Monstros urgentemente).
    Me interessei muito por A cura de Schopenseilaoque '-' vou botar na minha lista. Pequena Abelha é um livro que quero ler há muitooo tempo, sempre vejo pessoas falando muito bem dele, não faço ideia do que se trata a história, mas como todos dizem, é melhor não saber mesmo hehe.
    Estou muito atrasado =/ preciso fazer meu top no meu blog tbm, mas provavelmente vai ficar pro ano que vem kkkkkk
    Um abraço
    Oficina do Leitor / Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniel tudo bom?
      Ao mesmo tempo que é bom fazer retrospectivas, é injusto ter que escolher um ou outro hahaha mas fazer o que? A vida é feita de escolhas ué rsrs.
      Não lembro por que motivos fui ler A Cura de Schop... e nem Pequena Abelha, mas ainda bem que peguei para lê-los esse ano, espero que consiga ler eles em 2015 :)
      Abraços!!

      Excluir