LEGENDA Bora Ver: O Grande Hotel Budapeste

Em 1932, no período entre as duas Guerras Mundiais, o famoso gerente do Grande Hotel Budapeste, Gustave, recebe de herança uma valiosa pintura, o que ele não sabia era que isso colocaria sua vida e a de seu mensageiro iniciante Zero em risco.
Vale a pena ou a galinha inteira? 

Wes Anderson é aquele tipo de diretor do "ame-o ou deixe-o". Diretor de Três é Demais (1998), Os Excêntricos Tenenbaums (2001) e O Fantástico Sr. Raposo (2009) e Moonrise Kingdom (2012), Wes investe em personagens singulares que podem ou não conquistar o público.


O filme, como muitos outros do diretor, é baseado em obras literárias, nesse caso nos escritos de Stefan Zweig, escritor austríaco falecido na década de 40 aqui no Brasil. 
A trama que se desenvolve de forma certinha, mistura um certo ar de fantasia com o real, dando ao filme um aspecto visual muito bonito. Outro fator que também contribui para a beleza do filme, são os ecrãs que mudam à medida que a história evolui. Acontece que, O Grande Hotel Budapeste é quase uma história cronológica, começando em 1932 e terminando em 1985. 


Quem vê Ralph Fiennes no papel do carismático Gustave, quase não faz a sua referência com o eterno vilão de Harry Potter, Lord Vol...ops!! Aquele Que Não Deve Ser Nomeado. Completando a dupla de protagonistas, temos o estreante Tony Revolori que como o fiel ajudante de Gustave, é a comédia do filme, sempre pronto para ajudar com suas ideias absurdas (ou nem tanto).


Willem Dafoe é o vilão da história, utilizando seu soco inglês para castigar seus alvos. Ele é aquele tipo de vilão que proporciona desespero, pois ele persegue inconstantemente suas vítimas. Outros tantos nomes também estão na película, mesmo que alguns somente para uma passagem rápida, muito rápida: Tilda Swinson, Jude Law, Bill Murray, Owen Wilson e Edward Norton.

Os tons de vermelho, branco, azul são mesclados ao longo do filme proporcionando um aspecto visual muito belo. Falando em beleza, os cenários também seguem a mesma linha, principalmente nas tomadas feitas no hotel que de uma forma geral parece uma casa de bonecas gigante. Por fim, a fantástica trilha sonora complementa toda a estética do filme.

Mesmo sendo um filme classificado como comédia, se trata de uma comédia mais singela, mais sutil, que aliada à ótima interpretação dos atores e situações totalmente nonsenses, fazem O Grande Hotel Budapeste ser um dos filmes mais divertidos e gostosos de se assistir.




* As imagens retiradas do filme:  The Grand Budapest Hotel, são puramente com o intuito de ilustração e divulgação. Todos os direitos das mesmas são de seus criadores ^^

7 comentários:

  1. Fala Tiago. Tudo bom?
    It's me again =p Já tinha ouvido falar nesse filme, mas não procurei saber do que se tratava. Achei interessante se passar entre as duas guerras mundiais, acho legal esse ambiente pra histórias. Adoro comédias, vou tentar assistir algum dia.
    Parabens pela crítica ^^ muito bacana
    Um abraço
    Oficina do Leitor / Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniel tudo bom?
      O filme é sensacional, assista ele o mais rápido que puder hahahaha, não é mais o meu preferido para ganhar o Oscar de melhor filme, mas ainda é muito bom ^^
      Abraços!!!

      Excluir
  2. Hey, Tiago!
    Nunca assisti a esse filme, mas sua resenha me fez querer conferir tudo isso que você disse. Realmente, me pareceu divertidíssimo!
    Vou assistir quando tiver a chance.

    Beijo grande!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandra tudo bom contigo?
      Não dava nada por ele e ele me surpreendeu muito. Espero que você goste tanto quanto eu gostei :)
      Abraços!!

      Excluir
  3. Eu ainda não vi esse filme, mas acredito que vou gostar, possuí elementos que eu aprecio muito!

    Vou assistir com certeza, estava pesquisando filmes para assistir e já vou acrescentar esse na minha por enquanto pequena lista!

    Tem novidades lá no:
    Estandy Books - A Estante da Andy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andy,
      Com certeza é um daqueles filmes que entram para a minha lista "Para Rever no Final de Ano" hahaha, mesmo não sendo o melhor filme que vi na vida, ainda assim, conseguiu conquistar seu espaço no meu peito ^^
      Abraços!!

      Excluir
  4. Hello Tiiiagooooo!
    Estava procurando um filme pela net e lembrei do seu blog, agora já escolhi ;)
    Seu blog esta show!!!!!
    Parabéns!
    beijos e abraços
    Danuza

    ResponderExcluir